Mãe tortura e queima até a morte sua filha de 17 anos por se casar sem permissão - Portal RV

Internacional

08/06/2016 às 16h23 - Atualizada em 08/06/2016 às 16h23

Mãe tortura e queima até a morte sua filha de 17 anos por se casar sem permissão

Rodrigo Quixabeira
Uruçui - PI

Uma mulher foi presa nesta quarta-feira no Paquistão acusada de torturar e queimar até a morte a própria filha, que casou sem sua permissão. Zeenat Bibi, de 17 anos, foi encharcada de querosene e queimada por sua mãe, Perveen Bibi, em sua casa da cidade oriental de Lahore uma semana depois de se casar, contou o porta-voz policial da região, Matloob Hussain. Esse foi o terceiro crime dessa natureza no período de um mês no Paquistão, onde são comuns os ataques a mulheres que desrespeitam tradições conservadoras relacionadas ao casamento.


O porta-voz explicou que a família pediu à vítima que retornasse à casa após fugir com seu marido para realizar uma cerimônia matrimonial. "Ela não queria retornar para sua família porque temia que a matassem. Mas eu dei permissão depois que um de seus tios garantiu sua segurança. Deixei que fosse", disse o marido, Hassan Khan, à televisão paquistanesa Geo. Khan disse à polícia que viu como vários familiares a agarravam enquanto a mãe jogava combustível e lhe ateava fogo.


No dia 30 de maio, Maria Sadaqat,professora de 19 anos, foi torturada e queimada viva por um grupo de homens após rejeitar um pedido de casamento do filho do dono da escola onde ela lecionava na cidade de Murree, próxima à capital. Maria morreu em decorrência dos ferimentos na quarta-feira passada, dois dias depois da agressão.


Em meados de maio, moradores de um vilarejo perto de Abbottabad mataram uma adolescente, também a queimando viva, porque a garota ajudou uma amiga a fugir para se casar sem a permissão da família.


Fonte: Com informações da Veja e EFE

Comentários

Veja também

Portal RV
Editoriais
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados