Brasil: 450 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos corretamente destinadas - Portal RV

Brasil

19/10/2017 às 20h50 - Atualizada em 19/10/2017 às 20h50

Brasil: 450 mil toneladas de embalagens vazias de defensivos corretamente destinadas

Redação
Uruçui - PI


 

O programa brasileiro de logística reversa de embalagens vazias de defensivos agrícolas acaba de atingir um grande marco: 450 mil toneladas do material foram encaminhadas para destinação ambientalmente correta desde o início do funcionamento do Sistema Campo Limpo, em 2002.


Isso equivale ao peso de 75 mil elefantes, ou a 393 estátuas do Cristo Redentor. O Brasil é líder e referência mundial no setor, e o Sistema Campo Limpo, que contribuiu com a Política Nacional de Resíduos Sólidos, tem servido de exemplo para muitos países.


“Esse resultado é proveniente do engajamento de todos os elos da cadeia produtiva (agricultores, fabricantes e canais de distribuição, com apoio do poder público), que cumprem com suas responsabilidades compartilhadas, fazendo a agricultura brasileira mais sustentável e contribuindo com um mundo melhor para futuras gerações”, destaca João Cesar M. Rando, diretor-presidente do inpEV (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias).


A correta destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas traz inúmeros benefícios, sociais e econômicos, o que reforça o sucesso desta política e a necessidade de mais iniciativas como essas em outros setores da economia. Em 15 anos de atuação o Sistema Campo Limpo evitou, por exemplo, a emissão de 572 mil toneladas de CO2e (gás carbônico equivalente). “Esses dados são mensurados pela Fundação Espaço ECO® no estudo de ecoeficiência do Sistema Campo Limpo. Este levantamento nos permite comemorar, também, a grande economia de energia possibilitada pela existência do Sistema: cerca de 24 bilhões de MJ, equivalente ao abastecimento de mais de 2 milhões de casas durante um ano”, complementa Rando. A destinação adequada evitou ainda a geração do equivalente a dez anos de resíduos produzidos por um município de 500 mil habitantes e a extração de cerca de 2,6 bilhões de barris de petróleo.


“A destinação destas 450 mil toneladas de embalagens vazias deve impactar positivamente os resultados de ecoeficiência do Sistema Campo Limpo, trazendo ainda mais motivos para comemorarmos”, finaliza o diretor-presidente do inpEV.


Fonte: Comunicação InpEV



Comentários

Veja também

Portal RV
Editoriais
© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados